Icone do Whatsapp
Icone do Whatsapp

WhatsApp:

(27) 98117-3121

Artigos e Dicas

Suplementos – Combustível para a vida

domingo, 20 de janeiro de 2019 às 20:05:39

Suplementos alimentares suprem carências da dieta e de nutrientes que o corpo deixa de produzir com o tempo, auxiliando no equilíbrio do organismo.

Sônia Radloff é aposentada e tem 55 anos. Diariamente consome dois suplementos alimentares indicados pela médica ginecologista. “Um é à base de cálcio e outro de colágeno e vitaminas. Uso os suplementos há dois anos e para mim eles são uma maneira de envelhecer de maneira mais saudável”, comenta. A preocupação com a alimentação e com o envelhecimento saudável são os principais fatores que fortalecem a indústria de alimentos nacionais em todo o mundo. De acordo com dados da Associação Brasileira das Empresas de Produtos Nutricionais (Abenutri), o setor movimenta hoje mais de R$ 100 bilhões por ano no mundo.

A área não apenas representa um mercado em ascensão, mas também ganha espaço na comunidade médica em vários países, inclusive no Brasil. Para a Abenutri, o mercado de suplementação ainda tem muito a crescer por aqui. Principalmente pelos investimentos na área de pesquisa de novos ingredientes e alimentos com propriedades nacionais. Os suplementos alimentares estão ganhando mais credibilidade entre os profissionais da área da saúde, tanto para auxiliar na terapia quanto como medida preventiva.

Atualmente, existem muitos suplementos no mercado, incluindo os antienvelhecimento. Um grande número desses produtos contém extratos naturais e elementos nutritivos que podem alterar em alguns anos o relógio biológico do corpo. Ao consumi-los, com orientação médica, é possível proporcionar uma nutrição adequada. “É preciso fazer uma avaliação. Mas com o passar dos anos perdemos cálcio, colágeno, proteína, entre outros nutrientes que devem ser avaliados e podem ser repostos através dos suplementos”, analisa a nutricionista Fernanda Dias.

A profissional chama a atenção para outro aspecto. “Não existe diferença entre a suplementação de homens e mulheres, porém elas devem ficar atentas a fórmulas que estimulam a produção de alguns hormônios, que em excesso nelas podem causar efeitos indesejáveis”.

Alguns dos suplementos indicados para envelhecer com saúde são colágeno, cálcio, proteicos e vitamínicos minerais. “Em todos os casos, é indispensável o acompanhamento de um especialista”

O que são suplementos?

Os suplementos são produtos com as características nutricionais idênticas às dos alimentos. A diferença é que os suplementos são concentrados alimentares comercializados sob a forma de cápsulas, pós, pastilhas, líquidos, granulados, tabletes, entre outros formatos. Os benefícios ou riscos ligados ao consumo dos suplementos são exatamente iguais aos da excessiva ou baixa ingestão de qualquer alimento. “São feitos com nutrientes que podem ser encontrados nos alimentos, por isso também são classificados como um alimento”, explica a nutricionista Fernanda Dias.

Com o avanço da ciência e tecnologia no segmento, os suplementos disponíveis são capazes de isolar em sua fórmula os nutrientes selecionados. Desta maneira, o suplemento com o princípio ativo de carboidrato só tem carboidrato, diferentemente, por exemplo, de um alimento rico em carboidratos, mas que também tem outras substâncias nutricionais. Uma característica que faz do suplemento um aliado dos processos de escolha, construção e monitoramento de uma boa nutrição.

Para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), suplementos vitamínicos ou minerais, denominados por ela simplesmente de “suplementos”, são alimentos que servem para complementar a dieta diária de uma pessoa saudável, em casos onde sua ingestão, a partir da alimentação, seja insuficiente ou quando a dieta requerer suplementação. Devem conter no mínimo 25% e no máximo até 100% da Ingestão Diária Recomendada (IDR) de vitaminas ou minerais, na porção diária indicada pelo fabricante, não podendo substituir os alimentos nem serem considerados como dieta exclusiva. Os suplementos estão sujeitos aos mesmos procedimentos administrativos exigidos para o registro de alimentos em geral.

Além de serem indicados para atletas e praticantes de atividades físicas como aditivo natural para melhorar a performance e encurtar o tempo de recuperação, os suplementos também são recomendados para o cotidiano de qualquer pessoa saudável que apresente algum tipo de déficit de nutrientes.

 

Tipos de suplementos

HIPERCALÓRICOS
São suplementos que possuem um valor energético alto. São compostos por carboidratos e aminoácidos essenciais, ou seja, aminoácidos que não produzimos no nosso organismo.

HIPERPROTEICOS/AMINOÁCIDOS
São suplementos proteicos. Possuem compostos de aminoácidos essenciais ao nosso organismo que ajudam na formação de músculos.

TERMOGÊNICOS
Ajudam no aumento do metabolismo. Contribuem com a perda de peso e gordura corporal.

ANTIOXIDANTES
Ricos em nutrientes antioxidantes, ajudam na eliminação dos radicais livres, que são os responsáveis pelo envelhecimento precoce.

POLIVITAMÍNICOS E MINERAIS
Indicados para pessoas que necessitam complementar vitaminas e minerais no dia a dia.

HORMONAIS
São substâncias que estimulam a produção de hormônios. Muito cuidado no seu consumo. Sempre é necessária uma avaliação médica para analisar necessidade de utilizá-los.

 

Restrições

As restrições em relação aos suplementos alimentares podem existir de acordo com o estilo de vida de cada paciente. Pessoas sedentárias não devem fazer utilização de suplementos como carboidratos, por exemplo. Por outro lado, as proteínas do soro do leite são "fundamentais a todas as pessoas que desejam uma boa saúde. Além de auxiliar no equilíbrio da flora intestinal, o produto eleva um peptídeo no fígado chamado glutationa, que ajuda na diminuição dos radicais livres ligados ao câncer.

 

Fonte: Essential Nutrition


Não Encontrou o
que procura?

QUERO RECEBER PROMOÇÕES EXCLUSIVAS

Fale Conosco

  • E-mail:
    contato@suplelifebrasil.com.br


Segurança

Siga-nos





Formas de Pagamento